17 de jul de 2009

GOIANIA , seu povo , suas comidas

GOIANIA , GYM




No centro oeste do Brasil , coração do cerrado , seu ar seco , de um ceu ao amanhecer como não ha em nenhum lugar .

pela manha a barra do dia começa a ficar vermelho ,alaranjado , amarelo e depois se encontra todas as nuances de azul ate estourar naquele ceu anil , são minutos pela manha quase de madrugada que nos desperta para um dia de sol forte e um calor , não quente na pele , mas no coração das pessoas hospitaleiras , amaveis e sempre com um sorriso largo , para te receber.



fui a trabalho , mas foi tambem um prazeroso passeio , não esqueço que nos idos anos 70 estive , ainda estudante desbravando essas terras ,mas essa e outra estoria .


Estive lá no EMPADÃO GOIANO , http://www.emapdaogoiano.com.br/,




Luiz, Leila, Marcelo , Eduardo ou Roberto ( troquei o nome de prmeira e aí ate agora não sei o certo) já me desculpei pela sempre falta.



Dª. Maria do Rosario , capitulo á parte ,e sua mãe Dªlourdes .



Goiania , é a terra de iguarias como biscoito de queijo , doce de cajuzinho , gauriroba ou gariroba ou gueroba , não importa o nome ou apelido que se de ao manjar dos deuses goiano , empadão goiano para muitos empada que considero uma ofensa pois essa iguaria é unica, ambrosia com casca de limão china, pamonha de doce , pamonha de sal,e tudo , tudo mesmo regado a melhor hospitalidade que se possa esperar .

não vamos falar do trabalho , esse é assunto que não cabe nesse nosso assunto .




vamos falar disso ;















































o EMPADÃO GOIANO



Pense numa massa fina sequinha , agora cheia de nacos de carne de porco , frango , linguiça daquelas finas e saborosas, guariroba, queijo meia cura chamado de mineiro ,mas os melhores mineiros são os produzidos no Goias ( essa é outra estoria) , tudo bem generoso e regado num molho de tomate grosso espesso e cheiroso , põe uma tampa de massa em cima , faz uma trançinha caprichada e põe no forno .




Bem o resto fica por conta ,que só em descrever estou salivando .







Esse empadão é tradição na região , mas a estoria de Dªmaria começa aqui ela conseguiu fabricar em uma escala grande e preservou a tradição , merito só dela , pois quando estava no aeroporto para voltar e o avião atrasou minha gula me levou a comer uma daquelas que no balção de qualquer aeroporto é vendido como "especiaria local ", me desculpem mas nenhum turista pode ter ideia do que é um verdadeiro empadão goiano .............quem estiver em goiania não deixe de provar é um sabor maravilhoso .........









MAS TRABALHO A PARTE






NÃO FOI NENHUM TRABALHO COMER ESSE EMPADÃO !





Fui convidada a almoçar com Luiz e sua familia , uma tipica refeição do cerrado goiano , coisa de minha infancia já que minha mineirice é bem vizinha de goias, e ainda por cima com o direito de escolher o cardapio , coisa dos deuses , pois à muito , mas muitos anos que não comia a combinação de guariroba ao molho , guariroba refogada , arroz e abobrinha .





VEJA;































GUARIROBA:




TIPO de palmito só encontrado no cerrado é nativo , meio amrago , de consistencia parecida com o palmito , acho mais saboroso , pode ser preparada com molho de tomate ou só refogada com temperos , dª lourdes preparou as duas para mim , e a abobrinha e giló , logico que só consegui registrar o feito depois de muito saborear .





para preparar.


fatia a guariroba
ferventa na água com sal , dizem que sai um pouco do amArgo

depois refoga com os temperos de preferencia e coloca aos poucos um fio de água que é para cozinhar bem e leve .

pode colocar molho de tomate nessa hora

os pedaços mais grosso a gente chama de coração eles são mais macios , mas o sabor de todos para mim é maravilhoso .

deve ser digestivo pois é costume comer esse "palmito" com carne de porco.

depois dessa festa de guarirobas , gilos , banana frita , abobrinha , veio a parte os doces








pense : Ambrosia com leite de garrafa ( tirado da vaca sem intermediações) e casca de limão china .












Essa é Dª. Loudes , ela fez esse manjar do deuses para min:





ambrosia é um doce que traz muitas lendas , chamado de espera marido , nos cantos da minas gerais ,talvez por ser tratar de um doce de feito ate ligeiro , por ser farto e suculento , ou seja lá pelo motivo que for o apelido é registro de minhas memorias de infancia










RCEITA DE UMA AMBROSIA BEM TRADICIONAL :


aqui vai uma medida pequena para 4 pessoas mas pode dobrar que da certo .


coloque numa panela alta e grande


um litro de leite

2 chavenas ( xicara de chá ) de acuçar

põe para ferver e engrossar


bate 4 ovos bem batidos clara e gema


coloca esse ovo batido dentro desse leite


quando levantar esse ovo corta o meio dele com a colher


deixe ferver e acrescente casca de limão china , esse é aquele limão de casca amarela é bem saboros para sucos , se não tiver uma casquinha de laranja, um pau de canela tambem é bom .

quando tiver tudo bem encorpado desligue e coloque numa tugela funda polvilhe canela por cima


Dª. Lourdes , sua ambroisa estava maravilhosa , pena que a guariroba foi em excesso !!!!!



Teve tambem o doce de figo com queijo fresco , mas nen pense que esse queijo é o minas frescal que estamos acostumados , é um queijo vigoroso , denso , um gosto primoroso com o doce de figo





viu só o tamanho dos potes de doce , e o queijo minas, essa é Dª Maria do rosario e DªLourdes , mestras nas artes dos doces de verdade e isso é passado de mãe para filha nas terras do Brasil Central e lá o visitante é recebido assim com mesa cheia ..............................foi uma imensa satisfação eu ter feito parte dessa mesa .


30 de agosto de 2009




Pois bem depois de uns 40 dias VOLTEI A GOIANIA , força do trabalho , das finalizações dos reencontros , a prosa ja veio mais mansa e gostosa , Marcelo ja mais acostumada com o afobamento que eu ja adquiri nessas terras paulistas , com o ontem para agora ......................
O clima estva menos seco , frio para os nativos locais 24ºC sendo que sai de sampa com 10ºC , então eu estava no paraiso ............................



FAMILIA BARSH



Nessa ida minha encontrei ou melhor reencontrei meus velhos amigos , para localizar minha cabeça no tempo e no espaço mais no tempo..........



recordando :




Nos idos do final da decada de 70 meu avó comprou um apartamento para minha mãe , na cidade onde fui criada fiz minha iniciação academica , digo inicio pois ate hoje estou as voltas com livros e pos e mais graduações e enfim adoro esse tal de livros e de estudo ,
pois então continuando a prosa , foi no Bairro Martins , longe do centro ( 8 quarteirões) para os padrões da epoca , fora das tradicionais familias , do reduto dos "Marquez", e de outras quatrocentonas familias locais .
era um charmoso predio de 24 apartamentos

Nenhum comentário:

Meus Vídeos

Loading...